Polêmica

Um assunto gerou polêmica na sessão de ontem da Câmara Municipal de Imperatriz. Um Requerimento apresentado como se fosse de autoria de todos os vereadores solicita ao governador Flávio Dino e ao secretário de Segurança a permanência da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (DEAM) na rua Souza Lima, Centro. É que será construída no bairro Vila Nova a Casa da Mulher Maranhense e a delegacia passaria a funcionar lá. O vereador Aurélio Gomes (PT), que mora na Vila Nova, disse que não tinha autorizado colocar o seu nome no Requerimento e que se a Casa da Mulher deixasse de ser construída iria culpar o presidente da Câmara, José Carlos, idealizador da solicitação. José Carlos  justificou que a DEAM precisa ficar centralizada, portanto não seria correto mudar para um bairro. E observou que o pedido não inviabiliza a construção da Casa da Mulher, onde inclusive poderia funcionar outra delegacia. Também moradores da Vila Nova, Pedro Gomes (PSC) e Zesiel Ribeiro (PSDB) se manifestaram, inclusive com segundo condenando o texto em que o bairro é apontado como “longe”. Foi preciso mudar o texto para que o Requerimento fosse aprovado.

Prego batido

O vereador José Carlos Barros (Patriota) voltou a garantir que não abre mão da sua pré-candidatura a prefeito, rebatendo as especulações de que poderia ser candidato a vice-prefeito ou mesmo à reeleição. “Se  o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) me desse em 2020 o diploma de vereador eu não aceitaria. A minha missão como legislador do Município está cumprida”, afirmou o presidente da Câmara. Ele também deu um recado aos concorrentes. “Não precisa ninguém se incomodar com minha pré-candidatura a prefeito. Cada qual faz  seu trabalho. Eu, por exemplo, faço meu trabalho  e não me incomodo com pré-candidatura de ninguém. O sistema é democrático, e o povo é quem julga”.       

Climatização

A Feira do Comércio e da Indústria de Imperatriz (Fecoimp) será realizada pela primeira vez com o Centro de Convenções climatizado, graças à ação do governo do Estado. Foram 11 aparelhos  de climatização instalados, sendo que cada um equivale a 40 centrais de ar de 9 mil Btus. Também foram realizados outros serviços de melhoria. O governador Flávio Dino não vem para a abertura, nesta quarta-feira, mas estará sexta e sábado. Hoje estarão presentes o vice-governador Carlos Brandão e os secretários Clayton Noleto (Infraestrutura), Simplício Araújo (Indústria e Comércio) e Davi Telles (Ciência e Tecnologia).

Pergunta 

Hoje o vice-governador Carlos Brandão visita o Calçadão e assina ordem de serviço no IML/ICRIM. O governo do estado sempre está em Imperatriz vistoriando, autorizando e inaugurando obras. E, lembrada por um leitor, a coluna faz uma pergunta: por que o governo não visita a Escola Graça Aranha, que há cerca de 40 anos não passa por uma reforma? É uma escola pública de excelência, que engrandece o nome do Estado.           

Prisão 

Ontem a 65ª operação da Lava Jato prendeu o empresário Márcio Lobão, filho do ex-governador, ex-senador e ex-ministro Edison Lobão (MDB). A prisão preventiva ocorreu no no Rio de Janeiro, onde Márcio mora. A Lava Jato investiga crimes de corrupção e lavagem de dinheiro proveniente de pagamento de vantagens indevidas relacionadas à Transpetro, que é subsidiária da Petrobras, e à Usina Hidrelétrica de Belo Monte. Segundo o MPF, Márcio Lobão e Edison Lobão receberam propinas dos Grupos Estre e Odebrecht em R$ 50 milhões entre 2008 e 2014.